Fernando de Noronha libera turistas e moradores do uso de máscaras

A partir desta quarta-feira, 17 de novembro, moradores e turistas que visitam o arquipélago estão liberados de usar máscaras.

Conforme a Administração de Fernando de Noronha informou em nota enviada ao Viagem em Pauta, a medida é válida apenas em ambientes ao ar livre em toda a ilha.

Entre as novas medidas, porém, o uso do acessório segue obrigatório em ambientes fechados, como restaurantes e bares, bem como a necessidade de estar vacinado para entrar nesse destino a 540 km do Recife.


VEJA TAMBÉM: “Azul lança rota inédita de São Paulo para Fernando de Noronha”


“Essa conquista se dá principalmente por Noronha já ter imunizado 100% da sua população adulta com as duas doses da vacina contra a Covid-19 e ter conseguido controlar a doença no distrito”, informou a Administração.

Ainda de acordo com a Administração, crianças de 0 a 6 anos estão dispensadas de apresentar exames, enquanto que as de 7 a 11 anos devem desembarcar com um resultado negativo do teste molecular RT-PCR, realizado 48h antes do embarque ou menos, ou resultado reagente do exame IgG por sorologia, realizado em laboratório.

Crianças e adolescentes entre 12 anos e 17 anos que não tomaram a vacina também precisam apresentar exames.

green mountain beside body of water
foto: Thiago Japyassu/Pexels.com

VEJA TAMBÉM: “9 motivos para conhecer Fernando de Noronha”

Desde o dia 1º de outubro, para entrar na ilha é preciso apresentar carteira de vacinação digital que comprove que o visitante tomou as duas doses da vacina ou a dose única, há mais de 21 dias da aplicação.

Para quem tomou apenas uma dose, será preciso apresentar a carteira digital e mais um dos seguintes exames: RT-PCR com resultado negativo, feito 48h antes do embarque, ou resultado reagente do exame IgG por sorologia, realizado em laboratório, ou resultado reagente de exame de anticorpos neutralizantes, realizado em laboratório.


Segundo a Administração de Fernando, não serão aceitos exames como testes rápidos e exames de busca de antígenos.

Outra novidade é a dispensa de exame de saída que era realizado, aleatoriamente, em 30% dos passageiros de cada um dos voos que deixavam a ilha.

silhouette of mountain near body of water during sunset
Photo by Roberto Garrido on Pexels.com

LEIA TAMBÉM: “Fernando de Noronha para mãos de vaca: dicas para economizar”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*