Por que choveu tanto na Bahia?

Desmoronamento de pontes, estradas interditadas e centenas de desabrigados.

A chuva forte que caiu sobre a Bahia nos últimos dias causou uma das piores inundações das últimos décadas, em todo o estado.

De acordo com decretos no Diário Oficial, 25 municípios baianos se encontram em situação de emergência.

abre_bahia
Prefeitura de Eunápolis/Reprodução

Chuva na Bahia

Só na capital baiana, Salvador, segundo a Climatempo, o volume de chuva nos 10 primeiros dias deste mês foi cerca de três vezes mais do que a média para todo o mês de dezembro. Até agora já foram 175,6 mm de água, cuja média para todo o mês é de 58,1.

Porém, a região mais afetada foi o Sul da Bahia, onde fica o município de Porto Seguro, decretou estado de calamidade, no último dia 10 de dezembro.

1rd_ILheus
Prefeitura de Ilhéus/Reprodução

No mesmo dia, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, também declarou estado de calamidade pública, aos estragos causados pelos 182 mm que caíram em 12 horas.

Trancoso, distrito de Porto Seguro, o acesso às praias ficou alagado e a cidade chegou a ficar sem energia elétrica.

Em Eunápolis, a 64 km de Porto Seguro, um trecho da BR-101, em direção sul, está interditado, devido ao transbordamento do Rio Buranhém e que deixou uma ponte submersa. SAIBA MAIS NO LINK

POR QUE CHOVEU TANTO NA BAHIA

De acordo com a Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais), que manteve alerta de chuvas em nível “muito alto” em toda a Bahia, a quantidade de chuva foi bastante elevada.

Nos últimos quatro dias, Itamaraju registrou 491 mm de água, seguido de Porto Seguro (253,6 mm) e Ilhéus.

Assim como explica a Climatempo, a circulação de ventos em vários níveis da atmosfera, em diferentes regiões do continente, foi responsável pela formação de um intenso corredor de umidade entre a Amazônia, a Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo.

A forte concentração de umidade por vários dias manteve a Bahia sob nuvens carregadas provocou extremos volumes de chuva em algumas regiões do estado.

As chuvas não castigaram apenas a Bahia, mas também no no Espírito Santo e no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais.

LEIA TAMBÉM: “15 praias do Brasil que parecem piscina”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*