Trem noturno é atração no inverno de Bariloche

A queridinha dos brasileiros na Argentina acaba de ganhar mais um atrativo para quem visita a Patagônia.

Durante o inverno, San Carlos de Bariloche vai contar com um passeio de trem noturno até a estação Perito Moreno, na fronteira com o Chile.

Nesta temporada de inverno, o passeio no Tren Patagónico dura pouco menos de uma hora e sai de Bariloche às 18h15, sempre às quartas e quintas-feiras.

Trem Patagônico, entre San Carlos de Bariloche e a estação Perito Moreno, na Argentina (foto: Divulgação)

Após a chegada na Estación Perito Moreno, às 19h06, os passageiros são recepcionados na própria estação com canapés e vinho ou chocolate quente, em uma casa de chá.

Na sequência, um jantar é servido com opções de saladas, assados, empanadas e uma sobremesa, inclusive com opções para vegetarianos, veganos e celíacos.


Ao finalizar a refeição, às 21h50, ainda dá tempo de observar o céu em telescópios disponíveis nas imediações, acompanhado de bebidas quentes.

O retorno para Bariloche acontece às 22h30 e tem chegada prevista às 23h21.

Trem Patagônico, entre San Carlos de Bariloche e a estação Perito Moreno, na Argentina (foto: Divulgação)

Bariloche de noite

Mas essa não é a única opção de passeio no destino mais popular da Patagônia argentina.

No Cerro Catedral, a quase 20 km da cidade, no Parque Nacional Nahuel Huapi, é possível fazer também travessias em motos de neve e quadriciclos para até dois passageiros cada.

A Noche Nórdica, como a experiência é conhecida, consiste numa mini expedição de cerca de uma hora, em meio a bosques de faias, espécie de árvore da região.

Passeio de moto de neve no Cerro Catedral, em Bariloche (foto: Reprodução)

Durante o trajeto de cerca de dois quilômetros de extensão, aproximadamente, os participantes fazem uma pequena parada para degustação de chocolate ou vinho em uma fogueira em meio ao bosque.

A terceira e última parte do passeio, a 1.280 metros de altitude, é em uma cabana rústica de madeira e pedras, onde é servido o jantar de sete tempos com menu patagônico harmonizado com vinhos e espumantes.

VEJA FOTOS

SAIBA MAIS

Tren Patagónico
Às quartas e quintas-feiras, às 18h15 (apresentação na estação Bariloche às 17h30).

Na cotação oficial feita no dia 2 de agosto, o passeio custava R$ 558,08 (14 mil pesos argentinos) e incluía ida e volta em trem, recepção com canapés e vinhos, e jantar patagônico.

As bebidas no jantar não estão incluídas e devem ser pagas no Quincho da Estación Perito Moreno. SAIBA MAIS

Noche Nórdica
Na cotação oficial feita no dia 29 de julho, o passeio custava R$ 2.291,28 (57.500 pesos argentinos) e incluía transfer in e out dos hotéis, passeio em moto de neve e jantar. SAIBA MAIS


Novidade em Bariloche

Na semana passada, a Aerolíneas Argentinas confirmou a continuação de seus voos entre São Paulo e Bariloche.

As saídas serão semanais e operadas durante todo o ano. Porém, entre julho e agosto, a rota entre as duas cidades será diária.

foto: Aerolíneas Argentinas

Até 19 de setembro, a previsão é manter quatro voos diretos por semana, além de disponibilizar três opções com conexão em Buenos Aires.

“No mês de julho, tivemos 95% de ocupação hoteleira e estamos trabalhando para que os turistas também visitem a cidade em outros períodos do ano, já que Bariloche conta com diversas atrações para quem gosta de turismo de aventura e ecoturismo”, destaca Gastón Burlon, secretário de Turismo de Bariloche.

Porém, a partir daquela data, o voo semanal direto saindo de Guarulhos será às quartas-feiras, durante o restante do ano. Já os voos que sairão de Bariloche com destino à capital paulista acontecerão às segundas.

LEIA TAMBÉM: “São Paulo ganha voo direto para Ushuaia, na Patagônia”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*