Viagens de trem pelo Brasil

O turismo ferroviário no Brasil ainda não tem o investimento merecido. Para ter uma ideia, nos EUA são quase 300 mil km de malha, 10x mais que o Brasil.

Para matar a saudade de viajar sobre trilhos, o Viagem em Pauta listou 10 passeios de trem no Brasil, que você conhece nas fotos a seguir.

*alguns roteiros podem não estar operando durante a pandemia

São 47 km de ferrovia. A viagem nos finais de semana entre a estação de Piracuama, em Pinda, e a Vila Capivari dura 2 horas (a partir de R$ 13).

3

Apenas aos domingos (R$ 50, ida e volta), essa viagem de 48 km em uma locomotiva dos anos 50 começa na Estação da Luz ou na estação Celso Daniel, em Santo André. 

Entre as duas cidades mineiras são 18 km por uma estrada histórica de 1883. A viagem em uma composição de seis carros de passageiros custa a partir de R$ 46 (só ida).

5

A viagem nessa Maria Fumaça (a partir de R$ 70) percorre 12 km da antiga Estrada de Ferro Oeste de Minas, inaugurada em 1881 por Dom Pedro II. 

6

Na Ferrovia Paranaguá-Curitiba, o trem passa por mais de 41 pontes e 13 túneis. A viagem tem início em Curitiba, às 8h30, e dura cerca de 4h15. A partir de R$ 135.

7

A longa viagem entre as duas cidades começa às 7h em Cariacica, na Região Metropolitana de Vitória, e termina em Belo Horizonte, às 20h10, aproximadamente.

8

São 45 minutos para percorrer 2,5 km. A viagem tem início no centro de Subida, em Apiúna, e o trem cruza túneis e viaduto de pedra, em meio à Mata Atlântica.

9

Em 1h30 de passeio, o passageiro percorre 23 km entre Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa, recebido com degustações de vinho, espumante e suco de uva.

10

edição: Eduardo Vessoni fotos: Divulgação e Wikimedia Commons

"Viagens de trem pelo Brasil"