Brasil Europa No Instagram Últimas Viagens

Viagens que você merece fazer quando tudo isso passar

Tem hora que a gente quer se isolar do mundo, em destinos inspiradores onde pouca gente colocou os pés.

Sobra vontade, mas faltam fronteiras abertas.

Provavelmente, os destinos abaixo (ainda) não são possíveis por conta da maior crise sanitária dos últimos tempos, mas ficam aqui as dicas de viagens incríveis no mundo.

Do Ártico à Antártica, da Polinésia à Croácia, da América do Sul à Ásia, da Amazônia brasileira ao Pantanal.

Afinal de contas, a gente é brasileiro e acredita que tudo isso vai passar.

CONFIRA DESTINOS

Polinésia Francesa
Visitar terras paradisíacas do outro lado do mundo tem seu preço e, em se tratando de Polinésia Francesa, os custos são elevados, em uma das viagens mais exclusivas do planeta, daquelas que a gente nunca mais quer voltar para casa.

Mas muito mais do que bangalôs românticos sobre o mar, o Taiti, a principal porta de entrada para a região, pode ser um destino acessível com algumas práticas que reduzem os custos da viagem.

Motu Avera, em Taha’a (foto: Eduardo Vessoni)

SAIBA MAIS: “Polinésia Francesa possível: dicas para economizar nas ilhas do Taiti”

Islândia
Fazer turismo nesse país, no extremo norte do planeta e com menos de 102 mil km² é se banhar em um campo de lava em meio a fumarolas, fazer tratamento de spa em banheiras de madeira lotadas de cerveja, ver baleias singrando fiordes e até descer de guindaste ao interior de um vulcão adormecido.

(foto: Blue Lagoon/Divulgação)

SAIBA MAIS: “Muito além da Björk: o que fazer na Islândia”

Castelos da França
Localizado no centro-norte do país, o Vale do Loire não só viu nascer o Renascimento francês como também abriga a maior concentração de castelos do mundo.

De cerca de mil construções medievais, 300 delas estão abertas para visita pública.

Castelo Real de Amboise, a 225 km de Paris, aproximadamente (foto: Eduardo Vessoni)

LEIA MAIS: “Castelos do Vale do Loire: dicas e passeios”

Pantanal
Entre o noroeste do Mato Grosso do Sul e o sul do Mato Grosso, no Centro-Oeste brasileiro, a região é dividida em Pantanal Norte (MT) e Pantanal Sul (MS).

Uma das experiências mais fascinantes por ali é a expedição de observação de onças, na temporada de vazão dos rios locais. SAIBA MAIS

Observação de onças, no Pantanal Norte, no Mato Grosso (foto: Eduardo Vessoni)

Amazônia brasileira
Tem igarapés que confundem a mente com copas de árvores que se fundem no reflexo das águas, uma cidade inteira tomada por cachoeiras e destinos bem estruturados.

E pode voltar quantas vezes for preciso, que nunca vai faltar atividade nova, em território amazônico.

Vista das florestas alagadas da Amazônia, em Manaus (foto: Eduardo Vessoni)

SAIBA MAIS: “1ª vez na Amazônia: Belém ou Manaus?”

VEJA MAIS DICAS NESTE LINK

Deixe um comentário