7 estradas cenográficas do Brasil

Neste post, o Viagem em Pauta reúne algumas das estradas mais cenográficas do país, onde as próprias vias de acesso a certos destinos já são uma atração turística.

Tem estradas pelo interior de São Paulo que seguem até o litoral, estrada com perrengue no Pantanal, com vista para o mar e até uma que dá acesso a cachoeiras, em plena Amazônia.

CUNHA-PARATY
(SP-RJ)

Vista do Lavandário de Cunha, a 230 km de São Paulo (foto: Eduardo Vessoni)

Considerada uma das mais cenográficas do Brasil, essa estrada vai do interior paulista ao litoral sul fluminense, ao longo de 9,4 km de extensão. SAIBA MAIS

LEIA TAMBÉM: “Confira as condições da estrada Cunha-Paraty, entre SP e RJ”

ESTRADA DA GRACIOSA
(PR)

Vista da Estrada da Graciosa, no Paraná (foto: Eduardo Vessoni)

Com quase 30 km de extensão, cruza uma das áreas de Mata Atlântica em melhor estado de preservação em todo o Brasil. Suas curvas sinuosas ainda abrigam alguns trechos de paralelepípedos e mirantes com vista panorâmica da Serra do Mar. SAIBA MAIS

ROTA DO LAGARTO
(ES)

Pedra Azul, nas Montanhas Capixabas (foto: Eduardo Vessoni)

Essa estrada cênica, na localidade de Pedra Azul, tem apenas sete km de extensão, com início no km 89 da BR 262, e dá acesso à entrada do Parque Estadual da Pedra Azul. SAIBA MAIS

SERRA DO RIO DO RASTRO
(SC)

Vista da Serra do Rio do Rastro (foto: Otávio Nogueira/Flickr-Creative Commons)

Esta é uma impressionante descida de 73 km, a partir de Urubici pelas SC-430 e SC-438. Antes de se lançar nas curvas da SC-438, faça uma parada no Mirante da Serra para observar do alto a estrada que risca aquelas montanhas em direção ao nível do mar.

PRADO
(BA)

Entre Prado e a vila de Cumuruxatiba, uma estrada simples de 32 km à beira mar leva visitantes a uma sequência de nove praias isoladas, no extremo sul da Bahia. SAIBA MAIS

LEIA TAMBÉM: “Roteiro de 32 km passa por praias isoladas de Prado, no extremo sul da Bahia”

TRANSPANTANEIRA
(MT)

Transpantaneira (foto: Eduardo Vessoni)

Essa estrada de terra com trechos precários é melhor aproveitada a bordo de carros 4×4. Com 123 pontes – a maioria delas em madeira -, a Transpantaneira é conhecida pelas áreas alagadas que atraem animais em busca de alimentos e água. SAIBA MAIS

LEIA TAMBÉM: “O que fazer no Pantanal”

PRESIDENTE FIGUEIREDO
(AM)

Ao norte de Manaus, essa cidade tem mais de 100 quedas d’água catalogadas e é declarada a “Terra das Cachoeiras”. O acesso é pela a AM-240 (Estrada de Balbina), onde se localiza a maioria das cachoeiras da região, com acesso a partir da própria estrada. SAIBA MAIS

Caverna Refúgio do Maroaga (foto: Embratur/Divulgação)

VEJA TAMBÉM: “1ª vez na Amazônia: Belém ou Manaus?”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*