O que fazer na Chapada dos Veadeiros

Formada por cinco municípios (Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Colinas do Sul e São João d’Aliança), a Região Turística da Chapada dos Veadeiros, no nordeste goiano, é um dos destinos mais visitados do estado.

A maioria das novas atrações da Chapada dos Veadeiros fica no parque nacional, que teve sua área ampliada de 65 mil para 240 mil hectares, em 2018. Além da cobrança de ingressos (R$ 18, brasileiros), o parque também inaugurou novas trilhas.

Vista da queda de 120 metros do Salto do Rio Preto I, na Chapada dos Veadeiros, em Goiás (foto: Eduardo Vessoni)

Desde então, a caminhada até os Saltos do Rio Preto, uma das atrações mais visitadas no parque, pode ser complementada com a novíssima Trilha do Carrossel que passa por corredeiras, cachoeiras e piscinas naturais.

Do centro de visitantes até a bifurcação são 3,5 km de distância. Dali, pode-se tomar o caminho à esquerda até os saltos I e II (mais 700 metros) ou seguir em frente pela Carrossel (mais 588 metros), equipada com com corrimões rústicos e mirantes de madeira, ao longo do cânion às margens do Rio Preto.

O retorno pode ser feita pela Trilha das Corredeiras, totalizando um circuito de 8,2 km.

CONFIRA ATRAÇÕES

SAIBA MAIS: “Catarata dos Couros: a versão potente da Chapada dos Veadeiros”

QUANDO IR

A alta temporada vai de dezembro até o Carnaval. Os melhores meses costumam ser os períodos de transição das estações (setembro e outubro) e entre maio e junho, quando os rios estão cheios e a vegetação mais verde.

As chuvas costumam ser de novembro a abril.

Pôr do sol, visto do Morro da Baleia (foto: Eduardo Vessoni)

Já a temporada seca é de maio a outubro, com picos de calor, entre setembro e outubro, quando a umidade é baixa e as temperaturas passam dos 30 graus.

Junho é considerado o mês mais frio, com manhãs que podem começar com 8°C.

COMO CHEGAR

Alto Paraíso de Goiás, capital e cidade com a melhor estrutura turística da Chapada dos Veadeiros, fica a 420 km de Goiânia e a 220 km de Brasília.

De ônibus, a empresa Real Expresso faz o trajeto entre Brasília e Alto Paraíso (3h30 de viagem).

Ambos destinos contam com voos para as principais cidades brasileiras, porém Brasília tem mais opções.

Para quem vai de carro, a partir do Distrito Federal, a viagem começa na BR-020 e segue pela GO-118 até Alto Paraíso de Goiás. 

Rei do Prata, em Cavalcante (foto: Eduardo Vessoni)

CIRCULANDO

99% das atrações exigem deslocamentos, por isso guias locais sugerem alugar um carro para maior autonomia.
Mas na Chapada o turista sem carro não fica parado.

Diariamente, guias organizam saídas para grupos no Centro de Atendimento ao Turista (CAT), em Alto Paraíso.

Neste guia publicado no Viagem em Pauta, você encontra também informações para quem vai pela primeira vez e para quem já conhece a Chapada dos Veadeiros, além de atividades únicas como a tirolesa sobre a Chapada, o Complexo do Prata, em Cavalcante, e o único hotel da região com vista para as cachoeiras.

Pousada da Cachoeira Poço Encantado, em Teresina de Goiás, na Chapada dos Veadeiros (foto: Eduardo Vessoni)

VEJA TAMBÉM: “5 motivos para visitar a Chapada dos Veadeiros, em Goiás”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*