4 museus de carros imperdíveis para fãs de automobilismo

Paixão nacional e item cobiçado por muita gente, carros também ficam muito bem em… museus.

Quando Karl Benz exibiu o modelo Benz Patent-Motorwagen nas ruas da alemã Mannheim, em 1886, esse engenheiro não só levava ao público o primeiro automóvel motorizado, mas também começava a escrever a história do automobilismo do planeta.

Essa e outras histórias, aliadas a exposições classudas, podem ser conhecidas nesses museus dedicados ao automobilismo, com direito a acervo com máquinas cobiçadas e outras que a gente já não vê por aí (exceto nas garagens de colecionadores).

A sua viagem com o Viagem em Pauta pelo mundo dos carros vai de Detroit, a Motor City dos Estados Unidos e sede da Ford, até a Alemanha, sede de marcas como a BMW e a Porsche.

Veja fotos neste link.

Modelo Isetta Motocoupé, o “Carro Bolha”, no Museu da BMW, em Munique.

LEIA TAMBÉM: “Hotel tem quartos decorados para amantes de carros”

MUSEUS DE CARROS

BMW
Dividido em sete áreas temáticas, esse museu de Munique, na Alemanha, conta a história da empresa em salas dedicadas a assuntos como design, tecnologia e modelos esportivos.

Ao lado da fábrica da empresa, o museu está em uma área de 5 mil m² e abriga mais de 120 automóveis, motocicletas e peças mecânicas.

Entre os destaques da exposição de motocicletas, peças mecânicas e automóveis está o modelo Z8 usado no filme “007 – O mundo não é o bastante”.

Conheça o museu neste link.

VEJA FOTOS

LEIA TAMBÉM: “Bike, jardins de cerveja e surfe no parque são atrações de Munique, na Alemanha”

PORSCHE
O Porsche Museum fica em Stuttgart, destino alemão que abriga empresas do setor automobilístico como Bosch e Mercedes-Benz (que aliás também tem um museu lindão na cidade).

A exposição abriga cerca de 100 carros, exibidos no interior de uma estrutura futurista de aço, suportado em três colunas em formato de V, que parece flutuar sobre os visitantes.

Localizado em Stuttgart, o Porsche Museum possui um acervo com mais de 80 modelos da marca que estão expostos em um espaço de 5.600 m² (foto: Eduardo Vessoni)

No local, é possível conhecer o esportivo Sascha Porsche, criado pelo engenheiro austríaco Ferdinand Porsche, em 1922; e modelos de competição como o Porsche 917 PA Spyder, que chegava a 360 km/h. VEJA WEB STORY NESTE LINK

VEJA FOTOS

LEIA TAMBÉM: “Dicas e roteiros para ir de carro até Buenos Aires, na Argentina”

MERCEDES
O acesso às salas de exposições é feito por um elevador em forma de cápsula que sobe a 34 metros de altura, cujo acervo de 160 carros se exibe em um edifício em forma espiral inspirada na dupla hélice de DNA.

A exposição segue por sete ambientes que contam de forma cronológica não só a história da Mercedes como também a trajetória da indústria automobilística, como os primeiros projetos de modelos movidos a combustão interna, criados por Karl Benz e Gottlieb Daimler, no final do século 19, e réplicas de carros como o primeiro automóvel a gasolina, de 1886.

Museu da Mercedes, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)

FORD
Detroit é a eterna Motor City, título que essa cidade estadunidense carregou durante anos por abrigar as sedes de empresas automobilísticas como GM e Ford.

Porém, a vizinha Dearborn, cidade natal de Henry Ford, é endereço do belo Museu da Ford, cujo acervo aborda a evolução da indústria com exibição de automóveis de passeio, carros de corrida e até aviões.

Entre os destaques do museu estão um quadriciclo de 1896 que foi a primeira tentativa de Ford de construir um automóvel a gasolina e o clássico Modelo T, um dos carros mais emblemáticos do século passado, conhecido no Brasil como “Ford de Bigode”.

CONFIRA WEB STORY NESTE LINK

VEJA FOTOS

LEIA MAIS: “Conheça o Museu da Ford”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*